|PREVPAP

Técnicos especializados vão concentrar-se na DGEstE Norte

Esta terça-feira, dia em que entram em vigor as alterações à legislação laboral, os técnicos especializados da Educação vão denunciar, no Porto, as condições de precariedade em que se encontram.

Créditos / FNSTFPS

Acordadas entre PS, PSD, CDS-PP e patronato, as alterações à legislação laboral que entram em vigor amanhã têm sido amplamente criticadas pelos representantes dos trabalhadores como um ataque que irá aprofundar a precariedade.

Nesse dia, pelas 10h30, os técnicos especializados da Educação vão denunciar, frente à Direcção-Geral dos Estabelecimentos Escolares (DGEstE) do Norte, no Porto, que dois anos depois de se terem inscrito no Programa de Regularização Extraordinária de Vínculos Precários na Administração Pública (PREVPAP) ainda não viram homologados os processos de regularização do seu vínculo.

Em comunicado à imprensa, o Sindicato dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais do Norte (STFPSN/CGTP-IN) frisa que a situação se mantém apesar de a secretária de Estado da Educação se ter comprometido, em Maio passado, que até ao fim da legislatura todos estes trabalhadores teriam os seus processos homologados.

«Cansados de esperar e preocupados com o futuro», os técnicos especializados usarão o pré-aviso de greve para se deslocarem à sede da DGEstE, exigindo que a sua situação se resolva. O protesto contará com a presença de Arménio Carlos, secretário-geral da CGTP-IN.

Tópico