|hotelaria

Quinzena de luta na hotelaria

A Fesaht promove uma quinzena nacional de luta nos hotéis, de 17 a 28 de Julho, que culminará com uma concentração, dia 28, junto à porta da Secretaria de Estado do Turismo, em Lisboa.

Trabalhadores da hotelaria defendem aumentos salariais
Trabalhadores da hotelaria defendem aumentos salariaisCréditos / Fesaht

O plano de acção da Federação dos Sindicatos da Alimentação, Bebidas, Hotelaria e Turismo de Portugal (Fesaht/CGTP-IN), que afirma ter realizado «dezenas de plenários de trabalhadores e visitas aos locais de trabalho nos últimos quinze dias», passa por contactos à porta dos hotéis com os trabalhadores na primeira semana e, na segunda, por contactos à porta dos hotéis com os clientes.

De acordo com este plano, a Fesaht anunciou, em comunicado, que esta segunda-feira, dia 17, pelas 7h30, estará à porta de cinco hotéis na baixa do Porto e, cerca das 10h, dará uma conferência de imprensa à porta do Hotel Brasileira, na mesma cidade, para denunciar a situação social no sector.

A federação sindical alerta, entre outros aspectos, para os baixos salários praticados pelos hotéis, a instabilidade dos horários de trabalho e os horários longos e penosos, a desvalorização por parte das empresas do trabalho prestado aos feriados e fins-de-semana, bem como para os horários repartidos e por turnos.

A violação dos direitos da contratação colectiva por parte das empresas e «a cobertura que o Governo e a Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT) dão às ilegalidades e salários baixos» são elementos igualmente destacdos pela Fesaht.

Tópico

Contribui para uma boa ideia

Desde há vários anos, o AbrilAbril assume diariamente o seu compromisso com a verdade, a justiça social, a solidariedade e a paz.

O teu contributo vem reforçar o nosso projecto e consolidar a nossa presença.

Contribui aqui