|reivindicações

Mesmo com serviços mínimos «desajustados», Valorsul parte para a greve

Aos trabalhadores da Valorsul, empresa responsável pelo tratamento de resíduos urbanos na Área Metropolitana de Lisboa, ainda não chegou qualquer proposta de valorização das suas carreiras. Greve arranca às 00h de dia 19.

Trabalhadores lutam pela negociação da revisão do Acordo de Empresa para o ano de 2016
Créditos / Valorsul

«Depois de se terem iniciado negociações para a revisão do Acordo de Empresa para 2022, ainda em Fevereiro, chegámos ao mês de Julho e a administração da empresa não apresentou propostas que valorizassem os trabalhadores», denuncia, em comunicado, o Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias Transformadoras, Energia e Actividades do Ambiente do Centro Sul e Regiões Autónomas (SITE CSRA/CGTP-IN).

Aliás, a situação só se agravou nos últimos meses: a administração da Valorsul «retirou a majoração dos dias de férias para os trabalhadores em horário geral».

A decisão de avançar com a greve foi tomada nos plenários realizados no dia 1 de Julho, expressando a vontade dos trabalhadores em demonstrar à administração todo o seu descontentamento com as propostas apresentadas, que continuam a não valorizar os trabalhadores.

«Esta é a hora de todos os trabalhadores demonstrarem que não aceitam a constante desvalorização salarial e profissional que nos últimos anos tem sido imposta pela administração».

Os trabalhadores exigem «aumentos salariais justos», para fazer face ao custo de vida, a valorização das «carreiras profissionais de algumas categorias» e a atribuição de mais dias de férias, pelos anos de antiguidade, aos trabalhadores em horário geral.

A greve da Valorsul, empresa responsável pela valorização e tratamento de resíduos urbanos em 19 municípios do distrito de Lisboa e da região Oeste, tem início às 00h do dia 19 de Julho e acaba às 8h da manhã do dia 20 de Julho.

Tópico

Contribui para uma boa ideia

Desde há vários anos, o AbrilAbril assume diariamente o seu compromisso com a verdade, a justiça social, a solidariedade e a paz.

O teu contributo vem reforçar o nosso projecto e consolidar a nossa presença.

Contribui aqui