|Saúde

Greve no Hospital da Cruz Vermelha

Os trabalhadores do Hospital da Cruz Vermelha Portuguesa, em Lisboa, cumprem esta terça-feira um dia de greve em defesa do Acordo de Empresa.

Hospital da Cruz Vermelha Portuguesa
Hospital da Cruz Vermelha PortuguesaCréditos / SEP

Os motivos desta greve prendem-se com o facto de o Conselho de Administração do Hospital da Cruz Vermelha Portuguesa não reconhecer que Acordo de Empresa (AE) está em vigor e ter decidido, de forma unilateral e sem fundamentação legal, a sua caducidade.

Segundo o Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP/CGTP-IN), a administração informou os trabalhadores que o AE tinha caducado e, nesse sentido, «pretendia aumentar o período normal de trabalho semanal e desregular os horários de trabalho, assim como retirar outros direitos e remunerações, alegando poder poupar cerca de um milhão de euros».

Recorde-se que os trabalhadores já tinham realizado, a 8 de Novembro, uma concentração em frente ao hospital.  

Tópico

Contribui para uma boa ideia

Desde há vários anos, o AbrilAbril assume diariamente o seu compromisso com a verdade, a justiça social, a solidariedade e a paz.

O teu contributo vem reforçar o nosso projecto e consolidar a nossa presença.

Contribui aqui