|Hotelaria e turismo

Greve na Fundação INATEL a 16 de Agosto

O incumprimento do Acordo de Empresa em 2018 levou os trabalhadores de várias unidades da Fundação INATEL na região centro, em Viana do Castelo e no Algarve a convocar uma greve para 16 de Agosto.

Créditos / Agoda

A Federação dos Sindicatos de Agricultura, Alimentação, Bebidas, Hotelaria e Turismo de Portugal (Fesaht/CGTP-IN) anunciou a realização de uma greve na Fundação INATEL para esta sexta-feira, dia 16 de Agosto, em protesto pelo não cumprimento do Acordo de Empresa.

A Fesaht afirma estar em causa o pagamento do subsídio nocturno, o cumprimento dos horários de trabalho, os ritmos de trabalho «intensos», a precariedade (com um índice muito elevado de contratos a termo), o descanso semanal ao fim-de-semana a cada seis meses e o cumprimento das 35 horas semanais.

Avisa que a paralisação vai afectar as unidades da Foz do Arelho, São Pedro do Sul, Piodão, Manteigas, Vila Ruiva, Luso e Santa Maria da Feira, Viana do Castelo, Vila Nova de Cerveira (Viana do Castelo) e Albufeira (Algarve).

O Sindicato de Hotelaria do Centro (CGTP-IN) acrescenta em nota que, na região centro, a adesão será «muito elevada» pelo que as unidades ficarão «sem prestação da maioria dos serviços ao cliente». 

Os trabalhadores da Foz do Arelho, São Pedro do Sul e Piodão farão pré-concentrações à porta das unidades e seguirão de autocarro até Coimbra, onde se realizará uma concentração às 11h junto às instalações da delegação de Coimbra do INATEL. Aí encontrar-se-ão com os trabalhadores vindos de Manteigas, Vila Ruiva, Luso e Santa Maria da Feira, unidades em que a greve também vai «perturbar o atendimento e serviços aos clientes», garante o sindicato.

Tópico