|aumentos salariais

Aumentos salariais conquistados na Celcat

Os trabalhadores da Prysmian/Celcat conquistaram o aumento do salário e do subsídio de refeição, bem como a reposição dos valores do acréscimo das horas extraordinárias e do descanso compensatório.

Piquete de greve dos trabalhadores da Celcat em Sintra
Créditos / SIESI

Após várias acções de luta e um processo negocial que foi concluído, já este mês, por videoconferência, o Sindicato das Indústrias Eléctricas do Sul e Ilhas (SIESI/CGTP-IN) deu conta da concretização de vários avanços em nota dirigida aos trabalhadores da empresa situada em Sintra.

Apesar de a direcção ter «atrasado» o processo, e mesmo com a situação excepcional que o País atravessa, foi possível alcançar um acordo que, não sendo «ideal», trouxe aumentos salariais de 1% para 2020 e novamente de 1% para 2021, bem como o aumento do subsídio de refeição de seis euros para 6,70, em 2020, e para sete euros, em 2021.

O acordo garante ainda a reposição do valor do acréscimo das horas extraordinárias (+50% do que actualmente é pago) e a reposição descanso compensatório (25% das horas extra trabalhadas), para além da garantia de outro dia de descanso compensatório próximo do Natal.

«Recordamos que foi com a força, unidade e determinação dos trabalhadores que, durante as negociações, se conseguiu deitar abaixo as tentativas de retirada de direitos» que a direcção da empresa queria implementar, pode ler-se em nota.

Tópico