|Desemprego

Não está tudo bem. Vai ficar?

Apesar da campanha mediática promovida, nomeadamente por algumas multinacionais, sob o lema «vai ficar tudo bem», a verdade é que, cada vez mais, se confirma que o slogan se aplica apenas a alguns.

Segundo os dados divulgados, desde o dia 1 de Maio existem mais 16 622 novos desempregados inscritos no IEFP (Instituto do Emprego e Formação Profissional), num total de 131 697 novos desempregados, desde o dia 1 de Março. Este número representa um aumento de cerca de 45%, tendo como referência o número de desempregados do final de Fevereiro.

Do total destes novos desempregados, apenas 111 250 requereram o subsídio de desemprego. Tal significa que mais de 20 mil nem sequer requereram a atribuição do subsídio de desemprego, a que se juntam aqueles que, tendo-o requerido, não reúnem as condições de acesso.

Entretanto, encontram-se em lay-off mais de 1 300 000 trabalhadores. Isto é, no total, existem 1 857 231 de trabalhadores com perda declarada de rendimentos do trabalho, por lay-off, desemprego, redução de actividade, trabalhadores independentes, apoio à família e baixa por isolamento. Este número representa cerca de 38% da população activa, segundo dados oficiais relativos a 2019.

Tópico