|INE

Economia cresce 2,1% no primeiro trimestre

Pela primeira vez em mais de 15 anos, a economia portuguesa cresceu acima de 2% pelo sétimo trimestre consecutivo. INE aponta para crescimento homólogo de 2,1% nos primeiros três meses do ano.

A procura interna «manteve um contributo positivo elevado» no primeiro trimestre de 2017
A procura interna «manteve um contributo positivo elevado» no primeiro trimestre de 2017CréditosMiguel A. Lopes / Agência LUSA

O Produto Interno Bruto (PIB) cresceu 2,1% no primeiro trimestre de 2018, quando comparado com o mesmo período do ano passado. Desde meados de 2016 que o crescimento económico trimestral supera os 2%, o que nunca tinha acontecido desde a entrada em circulação do euro.

Para além do contexto económico internacional, o crescimento económico dos últimos quase dois anos tem sido particularmente estimulado pelas medidas de valorização e reposição de rendimentos, designadamente aos trabalhadores e pensionistas portugueses.

No entanto, até o trimestre com maior dinamismo (o segundo de 2017, com uma taxa de crescimento de 3%) apresentou valores mais modestos do que todo o período desde o início da série disponibilizada pelo Instituto Nacional de Estatística (1996) e o final do século.

Apesar do travão à política prosseguida pelos anteriores governos, particularmente pelo anterior do PSD e do CDS-PP, o actual executivo manteve-se alinhado com as imposições de Bruxelas, que, aliás, têm agora como um dos principais executores o ministro das Finanças Mário Centeno.

A opção pela redução do défice e da dívida à custa de investimentos necessários, designadamente nos serviços públicos, responde às exigências da Comissão Europeia e do Eurogrupo, presidido por Centeno, mas travam possibilidades de um crescimento mais robusto.

Tópico