|Algarve

Silves propõe criar primeira área marinha protegida

A presidente do Município participou na cerimónia de entrega ao Governo da proposta de criação da primeira Área Marinha Protegida de Interesse Comunitário em Portugal. 

A Baía de Armação de Pêra beneficia do maior recife rochoso costeiro de Portugal
A Baía de Armação de Pêra beneficia do maior recife rochoso costeiro de PortugalCréditos / Postal

A Câmara Municipal de Silves, a Junta de Freguesia de Armação de Pêra, a Associação de Pescadores de Armação de Pêra, a Universidade do Algarve, através do Centro de Ciências do Mar, e a Fundação Oceano Azul são os promotores e dinamizadores da criação de uma Área Marinha Protegida de Interesse Comunitário (AMPIC) na Baía de Armação de Pêra.

O dossier com a proposta de criação da AMPIC, designada Parque Natural Marinho do Recife do Algarve – Pedra do Valado, foi entregue na passada sexta-feira aos ministros do Mar e do Ambiente, na Universidade do Algarve.  

O Município de Silves afirma, através de comunicado, que este documento «é de enorme importância para a comunidade local», mas também para o País, dado tratar-se do maior recife rochoso costeiro de Portugal, que, admite a autarquia, se encontra impactado por diversas actividades humanas que podem ameaçar a conservação deste ecossistema. 

«Aguardamos que o Governo reconheça também esta enorme riqueza, para que Portugal possa dar um passo em frente para a sustentabilidade dos oceanos e ecossistemas, e, em termos locais, promover a pesca artesanal, a valorização do pescado, a preservação do recife e as tradições», lê-se na nota.

Tópico