|Seixal

Petição para nova escola em Fernão Ferro chega ao Parlamento

Mais de 4000 signatários reivindicam a construção urgente de uma escola básica e secundária em Fernão Ferro, no concelho do Seixal. 

Segundo a federação sindical, muitos técnicos especializados da rede pública de Educação podem não ter os seus contratos renovados
Actualmente vivem na freguesia de Fernão Ferro mais de 17 mil habitantesCréditos

O abaixo-assinado a exigir a construção de uma escola básica dos 2.º e 3.º ciclos e secundária foi entregue esta tarde no Parlamento pelo presidente da Câmara Municipal do Seixal, Joaquim Santos, em conjunto com uma comitiva composta pela Junta de Freguesia de Fernão Ferro e por pais e encarregados de educação. 

A necessidade invocada pelos 4370 peticionários compreende-se pelo facto de a sede do Agrupamento de Escolas de Pinhal de Frades (Escola Básica Dr. Carlos Ribeiro), que abrange as escolas daquela freguesia, contar com mais dez turmas do que a sua capacidade.

Numa nota à imprensa, o presidente da Câmara do Seixal frisa que este «é um equipamento de extrema importância para o concelho e para os munícipes», tendo em conta que actualmente vivem na freguesia de Fernão Ferro mais de 17 mil habitantes, dos quais 2800 entre os zero e os 14 anos. No ano lectivo 2018-2019, a freguesia contava com 125 crianças na educação pré-escolar e 625 alunos no 1.º ciclo, distribuídos por três jardins de infância e três escolas básicas de 1.º ciclo. 

Joaquim Santos lembra que a autarquia já disponibilizou terreno para a construção do equipamento, insistindo que a construção de novas escolas na freguesia de Fernão Ferro é «indispensável» para suprimir as insuficiências e enquadrar os alunos nestes graus de ensino. 

Simultaneamente, alerta para o facto de os encarregados de educação dos alunos que frequentam as três escolas básicas da freguesia serem «obrigados a procurar oferta educativa, muitas vezes no concelho vizinho, dada a inexistência de uma escola dos 2.º e 3.º ciclos do Ensino Básico e Secundário neste território».

Tópico