|Lisboa

Município lisboeta vai pressionar Governo para a construção de novo IPO

A Assembleia Municipal de Lisboa aprovou uma proposta com vista a pressionar o Governo para garantir o financiamento do novo edifício do Instituto Português de Oncologia (IPO).

CréditosMiguel A. Lopes / Agência Lusa

Foi na reunião desta terça-feira que a Assembleia Municipal de Lisboa aprovou, por unanimidade, a proposta do Grupo Municipal do Partido Ecologista «Os Verdes» para que a Câmara promova diligências junto do Governo, em particular dos ministérios da Saúde e das Finanças, a fim de garantir o financiamento do montante necessário para a construção do novo edifício do IPO de Lisboa.

O terreno é o que foi cedido pela autarquia, nas imediações da Praça de Espanha, devendo o projecto ser integrado no âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência e do Programa Nacional de Investimentos (PNI) 2030.

O PEV salienta num comunicado que foi também aprovado, por unanimidade, um voto de saudação ao 96.º aniversário do IPO de Lisboa, «onde se saudou todos os profissionais que prestam serviço na e para a instituição, as lutas dos profissionais da área da Saúde pela dignificação das suas profissões, em defesa do SNS [Serviço Nacional de Saúde] e das populações que a ele recorrem, bem como as lutas das populações na defesa do direito constitucional à protecção na Saúde».

Tópico