|ensino

Centenas em protesto na Escola Manuel Cargaleiro

Cerca de 500 estudantes da Escola Secundária Manuel Cargaleiro, no Seixal, realizaram esta sexta-feira uma concentração de protesto. Exigem a retirada do amianto, melhores condições e mais funcionários.

O protesto realizou-se hoje de manhã, a partir da 8h, reunindo uma multidão de alunos, mas também funcionários, pais e encarregados de educação, em protesto contra a falta de condições da escola sob a tutela do Ministério da Educação.

Em causa está a presença de amianto nos telheiros, que os estudantes afirmam estar «claramente em deterioração», representando por isso um perigo real de saúde pública para todos. Nesse sentido, exigem a retirada imediata do material, que já é «proibido na construção».

Outras reivindicações dos alunos da secundária Manuel Cargaleiro passam por mais contratações de funcionários, face à enorme falta de pessoal que leva ao encerramento de vários serviços, e maior investimento público na escola, nomeadamente nas refeições e no pavilhão gimnodesportivo.

O protesto foi aprovado por unanimidade, ​em Reunião Geral de Alunos, no passado mês de Dezembro, bem como um abaixo-assinado para circular em todas as escolas do concelho a exigir mais investimento na escola pública.

Tópico