|Palestina

Israelitas prendem 70 palestinianos numa semana, incluindo crianças

Entre os detidos contam-se pelo menos seis adolescentes com idades entre os 13 e os 16 anos, e uma criança com nove anos. O grupo de apoio aos presos Addameer lembrou que há 280 crianças palestinianas detidas nos cárceres israelitas.

Uma criança de nove anos foi presa pelas forças israelitas em Hebron, no Sul da Cisjordânia (imagem de arquivo)
Uma criança de nove anos foi presa pelas forças israelitas em Hebron, no Sul da Cisjordânia (imagem de arquivo)Créditos / masaribrahim.ps

Tendo por base a informação divulgada por fontes palestinianas e israelitas, a agência Ma'an dá conta da detenção de 69 palestinianos, na última semana, por parte das forças de ocupação na Margem Ocidental, incluindo Jerusalém Oriental.

Na sua grande maioria, as detenções ocorreram no contexto de operações de busca e captura levadas a cabo de madrugada pela polícia e militares israelitas.

Estas incursões nocturnas em cidades, aldeias e campos de refugiados na Margem Ocidental ocupada, incluindo Jerusalém Oriental, são uma ocorrência quase diária. De acordo com as Nações Unidas, entre 7 e 20 de Novembro, as forças de ocupação levaram a cabo 147 operações deste género na Cisjordânia.

Esta madrugada, pelo menos seis palestinianos foram presos no Norte da Margem Ocidental. Outros 19 foram presos pelos israelitas de domingo para segunda-feira, seis dos quais adolescentes.

De acordo com a Ma'an, na localidade de al-Khader, a sul de Belém, os israelitas prenderam cinco rapazes, com idades entre os 13 e os 15 anos. Outro adolescente, de 16 anos, foi preso na Cidade Velha de Hebron.

Também na madrugada de quinta para sexta-feira os israelitas prenderam um adolescente, de 13 anos, em Jerusalém Oriental. Entre quarta e quinta-feira, prenderam uma criança de nove anos, no distrito de Hebron.

O grupo de apoio aos presos Addameer criticou fortemente a detenção da criança, afirmando que «não constituía qualquer ameaça para o soldado fortemente armado» e que se tratava de «um prisioneiro num elaborado sistema de controlo, que tem sido usado para suprimir a luta legítima de um povo pela autodeterminação e a dignidade».

Dos 6198 palestinianos presos nos cárceres israelitas em Outubro, 280 eram crianças, lembrou o grupo, que estima que cerca de 40% dos homens palestinianos sejam detidos pelas forças israelitas num determinado ponto das suas vidas.

Tópico