|Palestina

Após 15 anos de bloqueio, população de Gaza vive na pobreza e depende de ajuda

Quase 80% dos habitantes na Faixa de Gaza cercada dependem de ajuda humanitária, revelou a ONU esta terça-feira, assinalando os 15 anos do bloqueio israelita ao enclave palestiniano.

Crianças palestinianas olham para um edifício destruído em na Cidade de Gaza na sequência de ataques aéreos israelitas
Crianças palestinianas olham para um edifício destruído em na Cidade de Gaza na sequência de ataques aéreos israelitasCréditos / crescentcityjewishnews.com

Stéphane Dujarric, porta-voz do secretário-geral das Nações Unidas, destacou que a população palestiniana sofre bastante as consequências do bloqueio imposto, num território onde a pobreza é generalizada e se registam altas taxas de desemprego.

De acordo com dados veiculados por diversas agências da ONU, quase 80% dos jovens estão desempregados.

Num pequeno enclave com mais de dois milhões de habitantes, mais de metade da população vive na pobreza e não tem recursos para fazer frente às despesas básicas, lamentou Dujarric numa nota divulgada pelas Nações Unidas.

Este ano, os funcionários da ONU precisam de 510 milhões de dólares para proporcionar alimentos, água, saneamento e serviços de saúde a 1,6 milhões de pessoas no território, indicou.

No entanto, até ao momento, o apelo de financiamento realizado só obteve uma cobertura de 25%.

Dujarric disse ainda que a UNRWA – agência da ONU de apoio aos refugiados palestinianos no Médio Oriente – necessita de 72 milhões de dólares adicionais, até ao final de Setembro, para o seu programa de alimentação de emergência em Gaza, que beneficia a 1,1 milhões de refugiados.

Por seu lado, o Programa Alimentar Mundial requer 35 milhões de dólares adicionais para compensar o aumento dos preços dos produtos básicos, explicou.

«É preciso fazer mais para aliviar a situação humanitária, tendo como objectivo final o levantamento total dos bloqueios israelitas, em conformidade com a resolução 1860 (2009) do Conselho de Segurança», frisou.

Tópico