|cinema

Setúbal acolhe o 3.º Encontro de Realizadores e Produtores de Cinema

A conferência visa juntar profissionais da área, estudantes, professores, artistas, agentes e programadores culturais e turísticos para debater a situação do sector no próximo dia 9 de Novembro.

A Plataforma de Estruturas de Cinema alerta para «uma perigosa situação de ingerência das empresas de televisão na distribuição de apoios públicos».
Créditos / © iStock

O encontro, promovido pela 50 Cuts Associação Cinematográfica, conta com o apoio da Câmara Municipal de Setúbal e subordina-se ao lema «As práticas cinematográficas das escolas portuguesas de cinema e a inserção da nova geração de cineastas no mercado de trabalho».

Entre os temas a debate estarão as primeiras escolas da área cinematográfica, os novos rumos do cinema português, a nova geração de cineastas, assim como perspectivas profissionais para os jovens recém-formados. Um dos objectivos é ainda o de assinalar o Dia Mundial do Cinema, que se celebra a 5 de Novembro.

A iniciativa acontece a par do programa Set’Curtas, que a associação dinamizadora do encontro e a autarquia promovem, com a exibição de curtas-metragens no Espaço 50 Cuts, em Setúbal.

Entre os convidados estão o presidente da Associação Europeia das Escolas de Cinema e Audiovisual e também director do Departamento de Cinema e Artes dos Media da Universidade Lusófona, Manuel José Damásio, que foi também «o primeiro português a dirigir a organização fundada na década de 50, que representa as 180 escolas de cinema e media mais importantes do mundo», lê-se em nota enviada pela organização à imprensa.

Como oradores no Encontro marcam ainda presença Catarina Costa, directora da produtora Laranja Azul, o cineasta Hugo Diogo e António Aleixo, realizador residente no colectivo setubalense Garagem – realizador que ganhou, recentemente, o Melhor Documentário em Curta-Metragem, nos Prémios Sophia, com «Kid Sapiens Sapiens».

Tópico