Uma peça escrita a partir de entrevistas feitas a refugiados

«Migrantes» em Almada

Estreia amanhã no Teatro Municipal Joaquim Benite, em Almada, a peça «Migrantes», do dramaturgo romeno Matéi Visniec. Uma «provocação consciente e propositada», afirma o encenador e director da Companhia de Teatro de Almada (CTA).

https://www.abrilabril.pt/sites/default/files/styles/jumbo1200x630/public/assets/img/tma_20abr.jpg?itok=E1mWcvK1
«Migrantes» leva o drama dos refugiados ao palco
«Migrantes» leva o drama dos refugiados ao palcoCréditos / Teatro Municipal Joaquim Benite

Migrantes é uma peça que o dramaturgo e jornalista romeno escreveu com base em entrevistas que fez a refugiados ao serviço da Rádio France Internationale.

A peça é composta por três núcleos e algumas cenas individuais, disse à Agência Lusa o encenador Rodrigo Francisco. Um desses núcleos consiste numa manifestação de prostitutas, à porta de um aglomerado de refugiados. Outro núcleo conta a história de Elihu, um rapaz que vende órgãos do seu corpo para assim obter dinheiro para chegar à Europa. O terceiro centra-se num casal dos Balcãs que nunca viu um africano e vive horrorizado quando tem que conviver com negros.

«É uma peça que visa o debate, uma peça na qual Matéi Visniec não aponta soluções para o problema dos refugiados, mas em que sustenta que é necessário debater este problema», sublinha Rodrigo Francisco.

Para Visniec, «não há refugiados políticos nem económicos», indicou o encenador.

Segundo Rodrigo Francisco, o autor sustenta que a gestão da vaga de refugiados é «um truque legal que a União Europeia utiliza para evitar esta questão, em vez de a tentar resolver».

No dia após a estreia da peça, na iniciativa «Conversas com o público», o autor estará em Almada, no foyer do teatro, para conversar com os espectadores.

Migrantes conta com interpretação de Adriano Carvalho, Elias Nazaré, João Cabral, João Tempera, Maria Frade, Maria João Falcão, Rui Silva, Sofia Marques e Tânia Guerreiro. O figurino é de Ana Paula Rocha. 

A peça vai estar em cena de 22 a 28 de Abril e de 3 a 14 de Maio, com espectáculos de quarta-feira a sábado, às 21h30, e aos domingos, às 16h.


Com Agência Lusa 

0 Comentários

no artigo "«Migrantes» em Almada