|cinema

Catarina Vasconcelos vence no DokuFest do Kosovo

O filme português A metamorfose dos pássaros, de Catarina Vasconcelos, venceu o prémio de Melhor Filme do festival DokuFest, no Kosovo.

A metamorfose dos pássaros
A metamorfose dos pássarosCréditos

«Depois de ter vencido o prémio da Crítica Internacional – FIPRESCI, na Berlinale, onde teve a sua estreia mundial, o prémio de Melhor Filme no festival de Vilnius, na Lituânia, e o prémio Especial do Júri no Festival de Taipei, em Taiwan, a primeira longa-metragem da realizadora Catarina Vasconcelos vence hoje o prémio de Melhor Filme no festival de cinema DokuFest, no Kosovo, um dos mais importantes festivais de documentário da região dos Balcãs», refere a Portugal Film – Agência Internacional do Cinema Português, num comunicado divulgado este sábado.

A metamorfose dos pássaros, uma ficção documental de traços biográficos, integrava a secção competitiva internacional de longas-metragens do Dokufest, cuja 19.ª edição está a decorrer online desde 7 de Agosto.

Segundo a Portugal Film, o júri, que inclui o realizador Patrick Bresnan, a programadora Rebecca de Pas e o escritor e programador Greg de Cuir, «destacou a elegante reconstrução de uma história intemporal e universal e as possibilidades criativas que o cinema de não ficção oferece», bem como «a brilhante primeira longa-metragem e a vitalidade do cinema português contemporâneo».

Em competição no DokuFest, que termina a 25 de Agosto, estavam também duas curtas-metragens portuguesas: Cães que ladram aos pássaros, de Leonor Teles, e Noite Perpétua, de Pedro Peralta.

Catarina Vasconcelos, 33 anos, demorou seis anos na criação deste filme, depois de ter feito a primeira curta-metragem, Metáfora ou a tristeza virada do avesso (2013), em contexto académico em Londres.

Os dois filmes aproximam-se em aspectos formais e temáticos e interligam-se porque Catarina Vasconcelos filmou a família, abordando a relação dos pais e a morte da mãe, na curta-metragem, e a história de amor dos avós e a morte da avó paterna – que nunca conheceu –, na longa-metragem.

Segundo a Portugal Film, A metamorfose dos pássaros já foi seleccionado «para mais de 25 festivais internacionais, nos Estados Unidos, Rússia, Espanha, Grécia, Coreia, Canadá, Polónia, Brasil, México, Austrália, Itália, entre outros». Além disso, «o filme também já foi vendido no território chinês, onde terá estreia comercial».

Em Portugal, a primeira 'longa' de Catarina Vasconcelos, produzida pela Primeira Idade, será exibida no festival IndieLisboa, que decorre entre 25 de Agosto e 5 de Setembro, integrado na competição nacional.


Com agência Lusa

Tópico