|greve

Trabalhadores dos registos e notariado em greve

Iniciou-se, esta segunda-feira, a greve por tempo indeterminado dos trabalhadores dos registos e do notariado às horas extraordinárias. O protesto foi convocado pelo Sindicato dos Trabalhadores dos Registos e do Notariado (STRN).

Trabalhadores tiveram dois plenários proibidos de acontecer no decorrer do braço-de-ferro com o Ministério da Justiça
Trabalhadores tiveram dois plenários proibidos de acontecer no decorrer do braço-de-ferro com o Ministério da JustiçaCréditos

O STRN avisa, em comunicado, que os trabalhadores não vão efectuar o transporte de valores e irão cumprir escrupulosamente o horário de trabalho.

Em causa está a «não remuneração das horas extraordinárias» e o actual projeto de revisão das carreiras que «não tem mínimos de dignidade, nem espelha o reconhecimento das tarefas desempenhadas por aqueles trabalhadores», diz o sindicato.

No mês passado, a 23, mais de uma centena de trabalhadores realizaram, em Lisboa, uma manifestação após o Instituto dos Registos e Notariado ter proibido a realização de dois plenários na Conservatória do Registo Civil de Lisboa.

Os protestos dos trabalhadores dos registos e do notariado irão culminar no dia 12 de Dezembro numa greve nacional, que terá uma manifestação em frente ao Ministério da Justiça, e numa paralisação de todos os serviços durante a semana do Natal.

Tópico