|artes do espectáculo

Trabalhadores do CCB em greve nos Dias da Música

Os trabalhadores do Centro Cultural de Belém (CCB) têm greve marcada para 27 e 28 de Abril, face à falta de vontade da administração em negociar aumentos salariais e um acordo de empresa para a fundação.

CréditosTiago Petinga / Agência Lusa

A decisão de avançar com uma greve para os dias 27 e 28 de Abril, coincidentes com os Dias da Música, foi tomada na passada sexta-feira pelos trabalhadores da Fundação Centro Cultural de Belém (FCCB).

A paralisação dos trabalhadores da FCCB tem como objectivos exigir aumentos salariais, visto que estes não se realizam desde 2011, bem como a revisão da tabela salarial e do plano de carreiras existente.

Outras reivindicações passam pela negociação de um acordo de empresa, com vista a «uniformizar regras e procedimentos dentro da FCCB e garantir direitos», além da exigência da contratação de mais trabalhadores, para fazer «face às necessidades reais» da instituição e para «diminuir a actual carga de trabalho suplementar».

Em comunicado, o Sindicato dos Trabalhadores de Espetáculos, do Audiovisual e dos Músicos (CENA - STE/CGTP-IN) sublinha que a paralisação foi aprovada pelos trabalhadores visto que, um ano após ter sido apresentado o caderno reivindicativo, ainda não foi iniciado um «processo de negociação sério».

«O Conselho de Administração (CA) nunca demonstrou abertura para este diálogo e por não restar alternativa, avançam agora os trabalhadores com esta greve, sendo certo que mantêm a disponibilidade total para, até aos Dias da Música, encontrarem em conjunto com o CA um plano de resposta às suas reivindicações», lê-se no documento.

Tópico