|greve

Trabalhadores da Lisnave em greve quinta-feira

Os trabalhadores da Lisnave Yards, estaleiro da Mitrena em Setúbal, decidiram marcar uma greve devido à falta de respostas da administração quanto ao caderno reivindicativo.

 

Estaleiro da Mitrena em Setúbal
Estaleiro da Mitrena em SetúbalCréditos / CC BY 2.5

Em comunicado, a União de Sindicatos de Setúbal (USS/CGTP-IN) afirma que o conteúdo do caderno reivindicativo e outras matérias internas foram já apresentadas nas diversas reuniões realizadas, sem que a administração da Lisnave Yards desse respostas «objectivas e concretas».

Assim, a greve de 24 horas vai avançar a partir da meia-noite desta quinta-feira. Os trabalhadores decidiram ainda marcar greve a todo o trabalho suplementar, mesmo em regime de adaptabilidade, até dia 20.

Com a paralisação, os trabalhadores pretendem alcançar aumentos salariais, o pagamento devido aos que assumem funções superiores e melhores condições de trabalho ao nível dos equipamentos. Reclamam também o fim da sobrecarga de trabalho, que chega a ultrapassar as 16 horas diárias e o fim do regime de adaptabilidade imposto, com muitas horas acima da lei.

Os trabalhadores vão concentrar-se à porta do estaleiro da Mitrena em Setúbal a partir das 8h30 do dia 17 de Setembro.

Tópico