|Triumph

Sindicalistas da CGTP visitam trabalhadores da Triumph

Centenas de delegados sindicais, reunidos no plenário nacional de sindicatos da CGTP-IN, visitaram nesta sexta-feira a vigília de trabalhadores à porta da Gramax (antiga Triumph) em solidariedade para com «a sua luta».

https://www.abrilabril.pt/sites/default/files/styles/jumbo1200x630/public/assets/img/_mg_0034.jpg?itok=XPYAsAjF
Ontem, Arménio Carlos, acompanhado de vários dirigentes sindicais da região de Lisboa, esteve no local a prestar solidariedade para com os trabalhadores em vigília à porta das instalações
Ontem, Arménio Carlos, acompanhado de vários dirigentes sindicais da região de Lisboa, esteve no local a prestar solidariedade para com os trabalhadores em vigília à porta das instalaçõesCréditos

A acção de solidariedade realizou-se esta tarde, após a intervenção de encerramento do secretário-geral da CGTP-IN no plenário nacional de sindicatos, e contou com a presença de centenas de «dirigentes e activistas sindicais de todo o país».

Com esta iniciativa, a Intersindical e os seus delegados pretendem demonstrar a sua solidariedade para com os cerca de 470 trabalhadores da Gramax (antiga Triumph).

Os dirigentes sindicais deslocaram-se em autocarros até às instalações da fábrica, em Sacavém, em apoio aos trabalhadores que ali permanecem em vigília, pela defesa dos seus postos de trabalho, pelo pagamento de salários em atraso e pelos seus direitos laborais.

Hoje faz uma semana que os trabalhadores, depois de tomarem conhecimento de que a administração tinha iniciado um processo de insolvência, iniciaram uma vigília à porta da fábrica para impedir a saída das máquinas.

O plenário nacional, «órgão mais importante entre congressos», que decorre no Cinema São Jorge com cerca de 750 delegados sindicais de todo o País, tem como objectivo discutir «os problemas dos trabalhadores» e a «concretização dos eixos prioritários de acção sindical para os primeiros meses de 2018».

Tópico