|negociações

Pilotos de Barra e Portos suspendem primeiro período de greve

O agendamento de novas reuniões negociais com o ministro das Infraestruturas ditou a suspensão da greve dos Pilotos de Barra e Portos de 6 a 8 de Novembro. Acções de luta de 14 a 16/22 a 24/29 a 30 deste mês mantém-se. 

Lancha do Porto de Sines 
Lancha do Porto de Sines Créditos / Apibarra

Em causa está «a consagração e implementação do direito dos Pilotos de Barra e Portos em antecipar, sem penalização, a idade de reforma para os 60 anos», concretizando o projecto de diploma subscrito pelos sindicatos representativos destes profissionais e pelas administrações portuárias a 7 de Agosto de 2019, há mais de quatro anos.

É imperioso, consideram o Sindicato dos Capitães, Oficiais Pilotos, Comissários e Engenheiros da Marinha Mercante (OFICIAISMAR/Fectrans) e o Sindicato dos Capitães e Oficiais da Marinha Mercante (Sincomar), «reconhecer a natureza de risco, especialmente penosa e desgastante, da actividade profissional exercida pelo pessoal técnico de pilotagem ao serviço das administrações portuárias».

A recente disponibilidade do ministro das Infraestruturas do Governo PS em agendar reuniões negociais (na sequência dos pré-avisos de greve) para 10 e 13 de Novembro, levou à suspensão do período de greve convocado para as 7h do dia de hoje (prolongando-se até dia 8). 

Os pré-avisos greves dos Pilotos de Barra e Portos agendadas para as 7h de 14 de Novembro até às 7h de dia 16; as 7h de dia 22 de Novembro até às 7h de dia 24; e as 00h de dia 29 de Novembro até às 24h do dia 30, por enquanto, continuam em vigor.

Tópico

Contribui para uma boa ideia

Desde há vários anos, o AbrilAbril assume diariamente o seu compromisso com a verdade, a justiça social, a solidariedade e a paz.

O teu contributo vem reforçar o nosso projecto e consolidar a nossa presença.

Contribui aqui