|Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra

Greve dos trabalhadores do serviço de alimentação do Hospital de Coimbra

A falta de condições de trabalho e a falta de pessoal, que levam ao desgaste dos profissionais e põem em causa o serviço prestado aos utentes, são as razões da greve deste fim-de-semana.

Concentração dos trabalhadores em frente aos escritórios do SUCH, no Porto
Créditos / Sindicato da Hotelaria do Norte

Os profissionais do serviço de alimentação do Centro Hospitalar Universitário de Coimbra (CHUC), ao serviço da empresa SUCH, irão realizar dois dias de greve a 26 e 27 de Outubro, pela contratação de trabalhadores necessários ao quadro de pessoal, por melhores condições de trabalho e pela redução do horário.

O Sindicato de Hotelaria do Centro (CGTP-IN) informa num comunicado de imprensa que os trabalhadores vão concentrar-se, este sábado, junto à porta principal do Hospital da Universidade de Coimbra para denunciar que as suas condições de trabalho estão «muito degradadas», colocando em risco a qualidade do serviço prestado aos utentes.

O aumento dos ritmos de trabalho, «sem que se olhe à qualidade de prestação de serviço», traduz-se na deterioração das relações de trabalho e tem levado alguns trabalhadores a despedir-se, denuncia o sindicato.

Os trabalhadores denunciam a falta de pessoal, desrespeitando assim o que está protocolado, e não cumprindo os números do caderno de encargos estabelecido na concessão, cenário agravado pela não substituição de trabalhadores em situação de férias e baixa médica.

Tópico