|minas

Aumentos na Panasqueira fruto da unidade

O acordo alcançado nas negociações do caderno reivindicativo para 2020 com a administração da Beralt Tin & Wolfram traduz-se em actualizações salariais e no aumento do subsídio de turno.

A unidade dos trabalhadores foi factor determinante para o acordo alcançado nas negociações do caderno reivindicativo para 2020, com a administração da Beralt Tin & Wolfram Portugal, concessionária da exploração das minas da Panasqueira, salientou o Sindicato dos Trabalhadores da Indústria Mineira (STIM/CGTP-IN).

Num comunicado aos trabalhadores, o sindicato informou que, na sequência da vontade expressa nos plenários e tendo presente a disponibilidade manifestada para a luta, foi possível conquistar actualizações salariais no valor de 2,75% e aumentar o subsídio de turno em 25%.

Estes compromissos têm efeitos retroactivos a 1 de Janeiro de 2020 e são acompanhados da garantia de uma contínua melhoria das condições de trabalho.

O STIM sublinha que «melhores resultados são possíveis», com mais participação dos trabalhadores e uma maior unidade em torno de objectivos comuns.

Tópico