|Saúde

Ministério da Saúde não responde a temas fundamentais para os médicos

A denúncia é da FNAM, que acusa o Governo de não apresentar uma proposta para as grelhas salariais, «assunto fundamental para o actual sucesso do concurso para recém-especialistas».

CréditosPaulo Novais / Agência Lusa

Esta terça-feira decorreu uma reunião negocial entre o Ministério da Saúde e a Federação Nacional dos Médicos (FNAM), com a organização representativa destes profissionais a sublinhar que, «ainda que se tenham registado avanços relativamente à generalização do modelo B das Unidades de Saúde Familiar, não foram apresentados quaisquer documentos, sobre este ou qualquer outro assunto».

A FNAM, que afirma ter apresentado, em tempo útil, propostas sobre grelhas salariais, condições de trabalho e medidas de protecção à parentalidade, alerta, em comunicado, para o facto de, «a 39 dias do fim do protocolo negocial», o Ministério da Saúde não ter dado resposta a «temas fundamentais para os médicos».

Entretanto, a Federação Nacional dos Médicos informa que ficou agendada nova reunião para 2 de Junho, ao mesmo tempo que assume estar preparada «para avançar com nova greve durante os meses de verão».

Tópico

Contribui para uma boa ideia

Desde há vários anos, o AbrilAbril assume diariamente o seu compromisso com a verdade, a justiça social, a solidariedade e a paz.

O teu contributo vem reforçar o nosso projecto e consolidar a nossa presença.

Contribui aqui