|Castelo Branco

Transdev suspende carreiras no distrito de Castelo Branco

O Sindicato dos Trabalhadores do Sector Têxtil da Beira Baixa (CGTP-IN) informa que a Transdev suspendeu vários serviços, nomeadamente as linhas interurbanas, impedindo muitas pessoas de ir trabalhar.

Créditos / Diário Digital Castelo Branco

Foi na passada quinta-feira que o grupo Transdev anunciou, através da sua página da Internet, a suspensão por tempo indeterminado de todas as linhas interurbanas nos concelhos do Fundão, Belmonte, Castelo Branco, Idanha-a-Nova, Oleiros, Penamacor, Proença-a-Nova, Vila Velha de Ródão, Sertã e Vila de Rei.

Posto isto, denuncia o sindicato, embora as empresas estejam a laborar, os trabalhadores vêem-se impedidos de chegar ao seu local de trabalho, apesar de terem adquirido o passe para o mês completo.

No seguimento do contacto estabelecido com a empresa, a estrutura sindical afirma que não há intenção de «reembolsar os trabalhadores do valor que pagaram por um serviço que foi suspenso, nem indemnizar os mesmos pelos prejuízos causados, informando que a suspensão foi uma imposição à Transdev».

Numa carta endereçada ao Governo e presidentes de Câmara de concelhos afectados, o sindicato tenta apurar a responsabilidade pela situação. Ao mesmo tempo, pergunta: «Quem vai pagar e justificar os dias de ausência ao trabalho por impedimento de deslocação aos trabalhadores?», que estão sem transporte desde segunda-feira. 

«Sabemos que a situação que vivemos é dramática, no entanto, não podem ser os trabalhadores a pagar os prejuízos causados e muito menos que lhes imponham férias forçadas devido a estas e a outras situações», critica.

Face à denúncia do sindicato, também o grupo parlamentar do PCP apresentou uma pergunta ao Governo, por intermédio do ministro do Ambiente e Acção Climática.

Os comunistas querem saber se foi realmente emitida, pelo Executivo ou por alguma entidade pública, a ordem de suspensão do transporte rodoviário que a empresa refere, e que medidas serão tomadas para assegurar a defesa das populações.

Tópico