Rádio e televisão públicas reduzem presença

RTP encerra delegações no Minho

As delegações da Rádio e Televisão de Portugal em Braga e Viana do Castelo vão encerrar. A equipa da rádio pública de Braga já está a trabalhar na redacção do Centro de Produção do Norte, no Porto.

A RTP encerrou várias delegações no Norte do País, concentrando as emissões da região nos estúdios do Porto
A RTP encerrou várias delegações no Norte do País, concentrando as emissões da região nos estúdios do PortoCréditos

De acordo com informações recolhidas, a equipa da rádio pública no Minho já abandonou a delegação que funcionava, até aqui, em Braga. O destino da equipa de televisão, ainda a trabalhar em Viana do Castelo, deverá ser o mesmo.

Nos últimos anos foram várias as delegações da RTP encerradas no Norte do País, com a concentração de meios no Centro de Produção do Norte, de onde são produzidos os noticiários da RTP2 e outros programas de informação e entertenimento.

O Centro de Produção do Norte da RTP esteve ameaçado durante a anterior legislatura quando, em 2012, a produção do programa matinal Praça da Alegria foi transferida para Lisboa. Na altura, houve mesmo ameaças de retirar a produção do Jornal2 das instalações do Porto.

Esta última decisão relativamente às delegações do Minho já mereceu a oposição das autarquias da região, assim como uma pergunta do PCP ao Governo. Os comunistas sublinham que a decisão terá «consequências negativas na cobertura daqueles concelhos e de toda a região do Minho» e que «contraria a identificada necessidade de promover a proximidade do serviço público de rádio e de televisão às populações».