|medidas contra seca

Comissária Europeia visita projecto de mitigação das alterações climáticas em Évora

Life – Água da Prata, o projecto da Câmara Municipal de Évora para reabilitar o aqueduto da cidade e limitar o desperdício de água, será visitado amanhã pela Comissária Europeia, Elisa Ferreira.

Aqueduto da Água da Prata
Aqueduto da Água da PrataCréditos / CC BY-SA 2.0

Com data de conclusão prevista para o final de 2022, o projecto Life – Água da Prata vai acabar com a utilização de água tratada no sistema de rega da cidade, substituindo por água não tratada.

O objectivo é pôr termo ao desperdício de água potável num dos distritos mais fustigados pela seca. Para além desta medida, a Câmara Munical de Évora (CME) irá também adaptar, estruturalmente, os espaços verdes do concelho, permitindo que resistam a ondas de calor e precipitações extremas, recorrendo a soluções de base natural, com níveis de consumo de água adequados.

A concretização do projecto exige a utilização das nascentes originais do concelho, readaptando, para o efeito, o Aqueduto da Água da Prata, construído no século XVI e monumento nacional desde 1910. 

A intervenção conta com um orçamento de cerca de um milhão e quatrocentos mil euros, dos quais 60% é cofinanciado pelo Programa LIFE, «um instrumento financeiro da União europeia que apoia projectos ambientais de conservação da natureza e de intervenção climática», explica, em comunicado, a CME.

Acompanhada pelo Presidente da CME, Carlos Pinto de Sá, e o Vereador do Pelouro do Ambiente, Alexandre Varela, a Comissária Europeia Elisa Ferreira vai realizar uma visita, no dia 10 de Maio, às obras de implementação deste projecto estrutural, indispensável para a mitigação dos efeitos nocivos das alterações climáticas no concelho de Évora.

Tópico