|Câmara Municipal de Setúbal

Cinco bairros de Setúbal preparam o 6.º Encontro de Moradores

Das reuniões preparatórias, realizadas em cada um dos bairros, saíram um total de 113 propostas para integrar no programa «Nosso Bairro, Nossa Cidade», criado pela Câmara Municipal de Setúbal.

Nuno Costa, presidente da Junta de São Sebastião, conversa com uma das moradoras que integram as equipas comunitárias de higiene urbana
Créditos / AbrilAbril

Foram cerca de duas centenas os moradores que, em conjunto, «definiram o novo plano de trabalho para 2021-2023 em cada um dos cinco bairros abrangidos pelo programa municipal Nosso Bairro Nossa Cidade». As 113 propostas foram aprovadas nas reuniões realizadas em cada um dos bairros, nos dias 6, 7, 14, 20 e 21 de Novembro, onde os moradores «debateram, avaliaram e definiram prioridades e planos de acção para o desenvolvimento de projectos nos próximos dois anos».

No 6.º encontro, marcado para o dia 28 de Novembro, vão participar os «interlocutores eleitos em cada bairro, para aprovação e estabelecimento de um compromisso de trabalho entre os moradores, a Câmara Municipal de Setúbal (CMS) e a Junta de Freguesia São Sebastião», informa o comunicado da CMS enviado ao AbrilAbril.

«A comissão organizadora faz um balanço muito positivo do trabalho desenvolvido, em particular nos últimos dois anos, tendo em conta que 80 por cento das propostas do 5.º Encontro de Moradores foram executadas ou estão em curso», isto tudo apesar do quadro pandémico e de crise sanitária que obrigou a significativos ajustes na actividade do projecto.

O programa municipal Nosso Bairro, Nossa Cidade «envolve residentes, serviços autárquicos e perto de trinta entidades sediadas naqueles territórios em acções de melhoria da qualidade de vida» das comunidades e dos espaços públicos e colectivos.

Todas as acções a realizar «devem ser protagonizadas pelos moradores», integrando a participação das pessoas nas «decisões que a elas e à sua comunidade dizem respeito, com o objetivo de promover a autonomia, a responsabilidade e o crescimento colectivo». Os moradores, organizados em grupos, participam também nas «tarefas inerentes à execução das acções, numa lógica de formação de lideranças e de mobilização popular».

Tópico

Contribui para uma boa ideia

Desde há vários anos, o AbrilAbril assume diariamente o seu compromisso com a verdade, a justiça social, a solidariedade e a paz.

O teu contributo vem reforçar o nosso projecto e consolidar a nossa presença.

Contribui aqui