|Centro Hospitalar Tondela-Viseu

Centenas em protesto por melhores condições para o Hospital de Viseu

Mais de 300 de pessoas estiveram concentradas este sábado, em Viseu, exigindo mais investimento público, em particular para as urgências, mais profissionais e a construção de um centro oncológico.

Concentração por mais investimento no Centro Hospitalar Tondela-Viseu. Rossio, Viseu, 25 de Janeiro de 2020
Concentração por mais investimento no Centro Hospitalar Tondela-Viseu. Rossio, Viseu, 25 de Janeiro de 2020Créditos / Liga de Amigos e Voluntariado Centro Hospitalar Tondela-Viseu

As reivindicações que levaram à convocação da concentração, pela Liga dos Amigos e Voluntariado do Centro Hospitalar Tondela-Viseu, passam por mais profissionais de saúde e equipamentos, assim como pela necessidade premente de obras de ampliação do serviço de urgências, que hoje estão em situação de sobrelotação, atendendo o dobro dos utentes do que a sua capacidade permite.

Os populares recordaram, no protesto, que a obra de ampliação do serviço de urgências chegou a ser adjudicada, mas ficou comprometida pela demora de dois anos que o ministro das Finanças levou no desbloquear das verbas necessárias para o seu arranque.

Outra das exigências antigas da população passa pela construção de um novo centro oncológico, com radioterapia e serviços complementares, o que permitiria uma resposta mais eficaz e cómoda para os utentes – que hoje têm de se deslocar centenas de quilómetros para realizar estes tratamentos – e, consequentemente, menos custos para o erário público.

A concentração contou com a presença solidária de autarcas, dirigentes e activistas sindicais e profissionais do hospital.

Tópico