|Turismo

Câmara de Lisboa vai avaliar Capacidade de Carga Turística

A proposta apresentada pelo PCP em 2018 propõe avaliar o impacto do turismo na capital, à semelhança de outras cidades europeias, e foi aprovada ontem com o voto contra do PSD e a abstenção do BE. 

Créditos / Time Out

O documento prevê que seja desencadeado um processo de diagnóstico e de avaliação de impactos, positivos e negativos, do turismo ao nível local, principalmente nas freguesias centrais de Lisboa, «com o objectivo de elaborar uma Carta do Turismo de Lisboa e introduzir um adequado conceito de Capacidade de Carga Turística». 

O estabelecimento de limites críticos para a actividade turística deverá contar com o contributo de diversos serviços da Câmara Municipal de Lisboa, mas também com universidades, associações e outras organizações.

Com a aprovação desta proposta, a Carta de Turismo passará a servir como instrumento de suporte ao diagnóstico, planeamento e ordenamento da actividade turística na cidade, nas diferentes escalas de planeamento urbano e será integrada em futura revisão do Plano Director Municipal (PDM), «estabelecendo objectivos gerais e identificando condições ambientais, sociais, culturais e económicas de equilíbrio para as comunidades».

Os comunistas recordam que o sector do Turismo «tem ganho um peso crescente» na capital, associando-se a uma reprogramação de usos no Centro Histórico com o licenciamento intensivo de unidades hoteleiras e de alojamento local que tem provocado uma redução na oferta de habitação e o aumento do seu custo, empurrando a generalidade da população para a periferia.

Tópico