|Palestina

Israel impede a chegada de vacinas à Faixa de Gaza

As autoridades israelitas mantêm bloqueado um lote de vacinas Sputnik V que se destina a imunizar trabalhadores da Saúde na Faixa de Gaza cercada, denunciou a Autoridade Palestiniana.

Créditos / pulsoslp.com.mx

A Autoridade Palestiniana afirmou esta terça-feira que as autoridades israelitas mantêm bloqueada a entrada de vacinas contra a Covid-19 na Faixa de Gaza cercada, destinadas a imunizar o pessoal da Saúde que trabalha nas salas de cuidados intensivos e nas zonas de emergência.

Em comunicado, a ministra da Saúde da Palestina, Mai Alkhaila, referiu que as autoridades de ocupação israelitas impediram o acesso à Faixa de Gaza de 2000 doses da vacina Sputnik V, doadas pela Rússia.

A ministra classificou a medida como «arbitrária», sublinhando que se trata de uma acção «contrária a todas as normas, leis e acordos internacionais», divulgou a agência WAFA.

No passado dia 4, a Autoridade Palestiniana, sedeada em Ramallah (Cisjordânia ocupada), recebeu 10 mil doses da Sputnik V, tendo enviado o lote referido para Gaza, um enclave costeiro separado do restante território palestiniano onde vivem cerca de dois milhões de pessoas e que está sujeito a um bloqueio imposto por Israel desde 2007.

Antes do bloqueio das vacinas a Gaza, o enviado das Nações Unidas para o Médio Oriente, Tor Wennesland, tinha solicitado à entidade israelita que «contribuísse para disponibilizar as vacinas contra a Covid-19» aos territórios palestinianos, sublinhando que se trata de uma obrigação de Telavive ao abrigo das leis internacionais, refere a TeleSur.

Esta segunda-feira, um canal de TV israelita informou que as vacinas estavam retidas porque o governo do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu ainda não tinha tomado uma decisão sobre a questão.

A mesma fonte refere que, nas últimas horas, deputados da direita israelita apresentaram propostas para «torpedear» qualquer solução para este problema, incluindo utilizar as vacinas como moeda de troca para alcançar outros objectivos.

Actualização

Na sequência de forte pressão internacional, Israel permitiu esta quarta-feira que mil doses da vacina russa contra a Covid-19 fossem transferidas para a Faixa de Gaza, noticia a agência Sputnik.

Tópico