|Cuba

Hoje é dia de eleições para as Assembleias Municipais em Cuba

Mais de oito milhões de cubanos são hoje chamados a eleger os seus representantes das Assembleias Locais do Poder Popular para as Assembleias Municipais. Há mais de 26 mil candidatos para cerca de 12 mil lugares.

Várias organizações promoveram um acto de solidariedade com Cuba e pelo fim ao criminoso bloqueio dos EUA a este país, em frente à embaixada cubana em Lisboa, a 15 de Julho de 2021
Várias organizações promoveram um acto de solidariedade com Cuba e pelo fim ao criminoso bloqueio dos EUA a este país, em frente à embaixada cubana em Lisboa, a 15 de Julho de 2021CréditosPaulo António

Contrariando todas as mentiras que são contadas relativamente à democracia cubana, hoje há um amplo acto democratico a acontecer na ilha que não se rende. As urnas abriram hoje em Cuba e de acordo com o Conselho Eleitoral Nacional todo o processo está a acontecer com normalidade. Este acto eleitoral é o primeiro que se realiza depois da última reestruturação do sistema eleitoral. 

Assiste-se a um total de 26746 candidatos para um total de 12427 lugares disponíveis e do total de candidatos, 44% são mulheres e 17% são jovens. Para se ser eleito é necessário ter mais de 50% e o cargo terá uma duração de cinco anos, sendo exercido a tempo inteiro de maneira profissional. O processo de candidatura é amplo e foi bastante participado. Entre 21 de Outubro e 18 de Novembro foram realizadas assembleias de bairro ou de vizinhos, as quais participaram 6 milhões de cubanos, o que corresponde a uma participação de 72,64% dos eleitores. 

Os eleitores chamados a votar exercem o seu direito no seu local de residência fixo e o voto é garantido a partir dos 16 anos. Claro está, este processo consagra-se num contexto onde as amplas liberdades democráticas são respeitadas. Há também cerca de 20 mil mesas de voto criadas para este processo eleitoral. A segunda volta, a ser necessária, irá realizar-se a 4 de Dezembro.

Tópico