|Reino Unido

Ferroviários britânicos anunciam greve para 2 de Junho

Cerca de 20 mil trabalhadores ferroviários do Reino Unido devem fazer greve no início do próximo mês, no contexto de uma longa luta por melhores salários e condições, informou o sindicato RMT.

Mick Lynch, secretário-geral do RMT, entre vários trabalhadores num piquete de greve na estação de Euston, em Londres, em Março de 2023 
Créditos / Morning Star

A jornada de paralisação deve abranger 14 empresas, provocando interrupções nos serviços de uma parte substancial da rede ferroviária do país.

«Mais uma vez, o governo não está a permitir que o Rail Delivery Group (RDG) apresente uma proposta melhor que possamos considerar», disse Mick Lynch, secretário-geral do National Union of Rail, Maritime and Transport Workers (RMT).

«Assim, temos de prosseguir com a nossa luta para alcançar um acordo negociado sobre empregos, salários e condições de trabalho», acrescentou, citado pelo Morning Star.

A greve, marcada para 2 de Junho, tem lugar porque as propostas do RDG são «inaceitáveis», afirmou o sindicato, sublinhando que não houve qualquer novidade desde a última jornada de paralisação, a 13 de Maio.

Prevê-se que a acção de luta envolva cerca de 20 mil trabalhadores ferroviários por todo o país, incluindo funcionários do catering e das estações.

«Os ministros não podem simplesmente querer que o conflito desapareça», disse Lynch esta quinta-feira.

Para o dirigente sindical, o governo «subestima a força» dos trabalhadores filiados no RMT, que «acabam de nos confiar um novo mandato de greve por seis meses» e «estão determinados a seguir em frente até que obtenham uma solução aceitável».

Tópico

Contribui para uma boa ideia

Desde há vários anos, o AbrilAbril assume diariamente o seu compromisso com a verdade, a justiça social, a solidariedade e a paz.

O teu contributo vem reforçar o nosso projecto e consolidar a nossa presença.

Contribui aqui