|Síria

Caravana iraniana bombardeada em al-Bukamal, junto à fronteira com o Iraque

Um grupo de camiões, que transportavam ajuda alimentar e atravessaram uma das fronteiras legalmente reconhecidas entre Síria e Iraque, foi atacado pouco depois de entrar em território sírio.

Ataque a caravana de camiões iranianos com ajuda alimentar para a Síria  
Ataque a caravana de camiões iranianos com ajuda alimentar para a Síria  Créditos / Al Mayadeen

O ataque contra a caravana de camiões iranianos teve lugar perto da localidade de al-Hari (província de Deir ez-Zor), ontem à noite, poucos minutos depois de ter entrado em território sírio através da passagem fronteiriça legal de al-Bukamal, proveniente da província iraquiana de Anbar, revela a Prensa Latina com base na rádio local Sham FM.

A mesma fonte indica que apenas três dos 25 camiões que compunham a caravana foram atingidos e que os condutores e tripulantes conseguiram escapar ilesos.

Fontes militares também confirmaram à cadeia libanesa Al Mayadeen que o ataque provocou danos materiais, sem se registarem vítimas mortais.

Informaram ainda que os camiões iam carregados com farinha e arroz, e que não levavam armamento, tendo entrado na Síria de forma oficial.

Imagem do ataque, junto à fronteira sírio-iraquiana / Prensa Latina

De acordo com as fontes, referidas pelo canal libanês, um primeiro grupo de quatro camiões seguiu sem problemas, mas um segundo grupo, composto por três camiões, foi alvo do ataque, que poderá ter sido realizado com drones.

A Al Mayadeen destaca o facto de dezenas de camiões passarem diariamente por al-Bukamal, bem como o facto de os ataques a veículos com ajuda (alimentos ou petróleo) não serem ali inéditos.

Lembra ainda que, sem estar esclarecida a autoria do ataque, ele ocorre depois de o Ministério iraniano da Defesa ter anunciado que fez frente a um ataque israelita com drones contra um complexo industrial militar na província de Esfahan (Ispaão).

Por seu lado, a Prensa Latina recorda que tantos os EUA como Israel atacam com frequência esta região fronteiriça, onde se concentram tropas do Exército sírio e dos seus aliados.

Tópico