|Venezuela

África é «convidada de honra» na Feira Internacional do Livro da Venezuela

Mais de 20 países africanos marcarão presença na XVIII edição da Feira Internacional do Livro da Venezuela (Filven), que irá realizar-se este Outono em Caracas, segundo informou fonte oficial.

A XVIII edição da Filven term lugar em Caracas e África é o «convidado de honra» 
A XVIII edição da Filven term lugar em Caracas e África é o «convidado de honra» Créditos / albaciudad.org

Escritores de mais de duas dezenas de países africanos estarão presentes na XVIII Filven, que irá decorrer em Caracas de 10 a 20 de Novembro, segundo informou o vice-ministro venezuelano do Fomento para a Economia Cultural e presidente do Centro Nacional do Livro, Raúl Cazal.

Em declarações a uma TV local, Cazal disse que o evento terá como sede o Palácio Federal Legislativo de Caracas e contará com uma ampla variedade de actividades, como seminários sobre literatura neo-policial, um colóquio de literatura infanto-juvenil e o encontro de escritoras «O que estou a escrever».

Haverá ainda o encontro internacional de editores e escritores, além do Plano de Promoção da Leitura Manuel Vadell.

À VTV, o ministro destacou que a Feira Internacional do Livro dá atenção a outras artes – não apenas à literatura – e, como tal, afirma-se como «expressão da cultura venezuelana no seu conjunto».

O país convidado da XVIII edição da Filven é todo um continente: África e os seus 55 países, e é neste contexto que será realizado o VI Congresso Internacional de Saberes Africanos, Americanos e Caribenhos, indicou a fonte.

Em 2022, a Feira Internacional do Livro na Venezuela tem todo um continente como «covidado de honra» / diariovea.com.ve

As relações diplomáticas da Venezuela com os países africanos datam de há mais de 70 anos, desde que foram estabelecidos laços, em 1950, com o Egipto e a Etiópia.

Actualmente, revela o Ministério venezuelano dos Negócios Estrangeiros, o país sul-americano tem relações com todos os países da União Africana e 18 embaixadas acreditadas, sendo que o presidente Nicolás Maduro aprovou recentemente a abertura de novas missões diplomáticas.

Em Maio último, decorreu no país caribenho a XVII Semana Mundial de África na Venezuela, visando «honrar a herança africana» e contribuir para o reforço das relações de «cooperação, paz e solidariedade».

Tópico