|Bailado

O Primo Basílio torna-se bailado com música de Lopes-Graça

As fascinantes personagens criadas por Eça de Queiroz constituíram o ponto de partida para um espectáculo de dança composto pelo coreógrafo Fernando Duarte e pela bailarina Solange Melo.

O espectáculo que estreou este sábado dia 11, no Theatro Circo de Braga, incorpora uma linguagem que alia a estética neo-clássica à dança contemporânea, aludindo assim à reinvenção da fórmula de bailado narrativo, aliando à criação coreográfica um desenho cénico de cariz minimalista.

Sendo uma das mais notáveis obras literárias de Eça de Queirós, O Primo Basílio passa agora a um bailado em II actos, graças à iniciativa do coreógrafo Fernando Duarte e da bailarina e docente Solange Melo.

Deste modo, o romance transcende a fronteira literária, fazendo despertar o interesse em descobrir a obra de Eça de Queiroz e valorizando também o património musical português, através de um suporte musical com base nas obras de Luís de Freitas Branco e de Fernando Lopes-Graça.

Assentando na relação entre a narrativa literária e a dança, o projeto de bailado foi também idealizado tendo em vista o desenvolvimento de uma residência em contexto escolar, onde se visa promover o encontro entre alunos e professores, por intermédio de um programa de acção prática em que bailarinos e coreógrafo desenvolvem, em conjunto com os docentes do ensino regular, um trabalho de exploração espontânea do movimento coreografado.

Tópico