|cinema

Filme de Carlos Conceição distinguido no Festival de Cinema de Sevilha

Um Fio de Baba Escarlate recebeu o Prémio Revelação para a Melhor Realização Europeia no certame que teve início dia 6 de Novembro na capital andaluza.

Créditos / agencia.curtas.pt

A distinção surge depois de o filme ter estado em competição na secção Revoluções Permanentes do festival, que termina hoje em Sevilha.

O filme produzido pela Mirabilis, que tinha estreado em Outubro na 28.ª edição do Curtas Vila do Conde – Festival Internacional de Cinema, retrata a «vida pacata de um serial killer em Lisboa», que «é abalada quando um incidente insólito o transforma subitamente numa estrela das redes sociais».

Na reacção à distinção, Carlos Conceição referiu que espera «que os filmes continuem a desempenhar um papel importante nas interacções físicas entre os seres humanos e que os festivais continuem a tornar isso possível, mesmo que se torne raro», parabenizando o Festival de Cinema de Sevilha «por resistir».

O júri decidiu conceder o prémio por entender que o filme se trata de «uma leitura provocadora sobre a impossibilidade de aceitar a estilização do feminicídio típica do giallo clássico num contexto actual em que a sociedade rejeita a representação da violência contra a mulher».

Um Fio de Baba Escarlate é a última obra de Carlos Conceição, que já conta no seu currículo com Coelho Mau (Festival de Cannes, 2017) e Serpentário (Festival de Berlim, 2019).

Tópico