|IndieLisboa

Anunciada programação da 18.ª edição do IndieLisboa

O IndieLisboa – Festival Internacional de Cinema decorre entre os dias 21 de Agosto e 6 de Setembro, em cinco espaços da capital. A programação completa pode ser consultada a partir de amanhã.

Paraíso, o mais recente filme de Sérgio Tréfaut, «homenagem aos idosos que frequentam o Palácio do Catete» no Rio de Janeiro, terá direito a duas exibições especiais no dia 6 de Setembro 
Paraíso, o mais recente filme de Sérgio Tréfaut, «homenagem aos idosos que frequentam o Palácio do Catete» no Rio de Janeiro, terá direito a duas exibições especiais no dia 6 de Setembro CréditosSérgio Tréfaut

Ao todo serão «276 filmes, divididos por nove secções e sessões especiais, que farão o alinhamento desta 18.ª edição» que pelo segundo ano consecutivo, se vai realizar durante o Verão e num período de tempo mais alargado. Significa isto que o cinema ao ar livre está de volta nesta edição, «acrescentando às salas habituais do festival – Cinema São Jorge, Culturgest, Cinema Ideal e Cinemateca Portuguesa – o Jardim Biblioteca Palácio Galveias».

De entre as secções do 18.º aniversário deste festival destaca-se a «retrospectiva da magistral obra da cineasta e poeta Sarah Maldoror, pioneira do cinema africano, ao expansivo imaginário do cinema para os mais novos no IndieJúnior». A Competição Nacional deste ano é composta por quatro longas e 19 curtas-metragens, conjugando «olhares jovens e irreverentes», com a «reconfirmação de talento» já conhecido.

A secção Novíssimos, reúne os primeiros trabalhos de jovens cineastas nacionais. «São 13 os filmes, que se incluem no universo do documentário, ficção, animação e até do cinema experimental», que participam nesta mostra.

Este ano destaca-se «o programa Cinema e 5L, realizado em parceria com o novo Festival Literário da cidade de Lisboa, Lisboa 5L», que vai exibir cinco filmes, «obras-primas do cinema», onde os espectadores podem testemunhar uma «adaptação, interpretação, transformação ou documentação das cinco dimensões literárias» transpostas para o meio cinematográfico: «2001: A Space Odyssey, de Stanley Kubrick, é um conto. The Color of Pomegranates, de Sergei Parajanov, poesia. Enrico IV, de Marco Bellocchio, teatro. Fahrenheit 451, de François Truffaut, um romance. Morte a Venezia, de Luchino Visconti, uma novela».

Nesta edição, o IndieLisboa «prolongar-se-á até ao dia 8 de Setembro com sessões adicionais no Cinema Ideal, onde terão lugar sessões dos filmes premiados, e na Cinemateca Portuguesa, com projecções de filmes pertencentes à retrospectiva de Sarah Maldoror».

A cerimónia de abertura terá lugar no próximo dia 21 de Agosto, na sala Manoel de Oliveira do Cinema São Jorge, em Lisboa. A programação completa pode ser consultada no sítio online do festival, e as entradas adquiridas nas bilheteiras do festival.

Tópico