|pessoal não docente

Trabalhadores não docentes de Sintra marcam protesto

Os funcionários estarão em protesto, em frente à Câmara Municipal de Sintra, para exigir a contratação de pessoal não docente e a valorização dos profissionais.

Segundo a federação sindical, muitos técnicos especializados da rede pública de Educação podem não ter os seus contratos renovados
Créditos

Os trabalhadores não docentes das escolas do concelho de Sintra vão marcaram uma concentração em frente a Câmara Municipal, dia 30, às 14h40, para protestar contra a falta de pessoal não docente e da manutenção das escolas.

«Passados dez anos de gestão da CM de Sintra, o resultado é este que todos conhecemos: falta de pessoal não docente, falta de manutenção das escolas», denuncia o Sindicato dos Trabalhadores em Funções Públicas do Sul e Regiões Autónomas (STFPSSRA/CGTP-IN), num comunicado aos trabalhadores.

O sindicato acusa também o Ministério da Educação de emitir uma portaria de rácios, em que são contabilizados os trabalhadores ausentes que não estão a ser substituídos e em que não se tem em conta a dimensão das Escolas e as suas especificidades.

Tópico