|negociação colectiva

Trabalhadores da Unicer reclamam melhores salários e direitos

Uma vez que a Unicer é uma empresa do grupo Super Bock, os seus trabalhadores exigem que lhes seja aplicado o mesmo acordo de empresa, bem como o fim da «excessiva» carga de trabalho.

A Comissão de Trabalhadores da Unicer são promotores desta petição
Créditos / Comissão de Trabalhadores da Unicer

Os trabalhadores da Unicer Assistência Técnica iniciaram hoje uma ronda de negociações com a empresa, partindo do caderno reivindicativo apresentado em Agosto, no qual se exige a aplicação do acordo colectivo de trabalho em vigor nas principais empresas do grupo Super Bock, garantindo assim um tratamento igual ao dos restantes trabalhadores.

Em nota do Sindicato dos Trabalhadores da Agricultura e das Indústrias de Alimentação, Bebidas e Tabacos de Portugal (SINTAB/CGTP-IN) pode ler-se que, na reunião de ontem, os trabalhadores reagiram com algum desagrado ao facto de a empresa não ter trazido ainda qualquer contraproposta ao caderno reivindicativo apresentado em Agosto.

Valorizando o facto de serem diariamente «um dos rostos» do grupo Super Bock, estes entendem não estarem as suas remunerações e condições de trabalho actuais «ao nível daquilo que se exige, dado o peso da responsabilidade».

Alertam, no texto, para o facto de se verificar nos últimos anos «uma contínua necessidade do reforço do número de trabalhadores» e decidiram transmitir ao patronato a exigência de valorização das suas funções e profissão.

O caderno reivindicativo identifica, assim, quatro reivindicações: o alargamento da abrangência do acordo colectivo da Super Bock aos trabalhadores da Unicer; a valorização salarial por incremento em função da senioridade; a alteração à regulamentação do regime de isenção de horário praticado, que, neste momento, sobrecarrega os trabalhadores com excesso de horas de trabalho; e a valorização da remuneração do trabalho suplementar, fazendo com que sirva de travão ao abuso do seu recurso. 

A Unicer é uma empresa do grupo Super Bock que se dedica exclusivamente à manutenção dos equipamentos dos pontos de venda, garantindo a sua operacionalidade, não só nos hotéis, restaurantes e cafés, mas também nos eventos que a marca organiza e onde se faz representar.

Tópico