|Saúde

Greve no Centro de Saúde de Ansião por falta de condições de funcionamento

Os médicos do Centro de Saúde de Ansião, no distrito de Leiria, vão fazer greve no dia 28 de Novembro devido às graves deficiências nas instalações que prejudicam a saúde dos profissionais e dos utentes.

Créditos / CGTP-IN

A tomada de posição do Sindicato dos Médicos da Zona Centro (SMZC/FNAM) surge no seguimento de «graves deficiências detectadas nas instalações», que comprometem a saúde dos profissionais e dos utentes. 

A estrutura sindical avança mesmo com a possibilidade de surgirem problemas respiratórios devido ao facto de existirem várias salas, designadamente a sala de esterilização, com infiltrações de água.

«Com as frequentes infiltrações proliferam os fungos nos tectos e paredes das diversas salas do edifício (nomeadamente a sala de saúde infantil), com odor acentuado e cujos esporos são libertados no ar, podendo condicionar patologia respiratória alérgica/infecciosa grave», lê-se no pré-aviso. 

O sindicato alerta também para o facto de os gabinetes de consulta serem «exíguos» e não disporem de «qualquer isolamento térmico ou acústico, pelo que não é possível garantir a confidencialidade da consulta». Denuncia, por outro lado, a falta de conforto para o atendimento aos utentes, pelo facto de a caldeira para aquecimento não estar a funcionar, a que se juntam «condições inadequadas de preservação dos medicamentos». 

O SMZC fala de condições de trabalho «inadmissíveis» e exige uma intervenção urgente. «A construção de um novo centro de saúde e de novos equipamentos, prometidos para 2021, não pode continuar a justificar a prestação de cuidados de saúde nas condições descritas. É urgente encontrar uma solução imediata para o Centro de Saúde de Ansião», refere no texto.

Tópico