|1.º de Maio

Dia do Trabalhador será assinalado nas ruas

A CGTP-IN, através das suas estruturas regionais, assinala este sábado o 135.º aniversário dos acontecimentos de Chicago que estiveram na origem do 1.º de Maio.

Alameda, Lisboa, 1 de Maio de 2020
Alameda, Lisboa, 1 de Maio de 2020CréditosPaulo António

As iniciativas decorrerão em várias localidades sob o lema «Lutar pelos direitos, Combater a exploração! Emprego, Salários, 35 horas, Contratação Colectiva, Serviços públicos».

Assinalando a luta pela redução da jornada de trabalho para as 8 horas, violentamente reprimida pelas autoridades dos Estados Unidos da América, que assassinaram dezenas de trabalhadores e condenaram à forca quatro dirigentes sindicais, a Intersindical pretende igualmente homenagear «as mulheres e homens deste país que, durante a ditadura fascista, lutaram pela liberdade e por melhores condições de vida e de trabalho».

As comemorações do 1.º de Maio, em Lisboa, realizam-se, a partir das 15h, com duas pré concentrações, no Campo Pequeno, que integrará os participantes do distrito de Lisboa, e nos Anjos, que integrará os participantes dos concelhos de Setúbal, que partirão em direcção à Alameda D. Afonso Henriques. A secretária-geral, Isabel Camarinha partirá da pré-concentração nos Anjos.

No Porto, na Avenida dos Aliados, a partir das 15h, haverá um comício/manifestação, com a intervenção de Tiago Oliveira, coordenador da União de Sindicatos do Porto e membro da Comissão Executiva da CGTP-IN.

Tópico