|mobilidade e transportes

Cordão humano por mais direitos no sector dos transportes

Um cordão humano vai percorrer as ruas de Lisboa, do Saldanha ao Ministério do Trabalho, no dia em que a Fectrans divulga o caderno reivindicativo do sector.

Concentração em defesa de melhores transportes, convocada pela Fectrans, junto à Assembleia da República, em Lisboa, 5 de Fevereiro de 2020.
CréditosJosé Sena Goulão / Agência Lusa

A acção de luta organizada pela Federação dos Sindicatos de Transportes e Comunicações (Fectrans/CGTP-IN)  terá lugar na próxima quinta-feira, dia 22 de Outubro, na forma de um cordão humano de dirigentes, delegados e activistas sindicais.

Nesse dia, a Fectrans divulgará o seu caderno reivindicativo para o sector dos transportes e comunicações, que incluirá reivindicações de aumentos salariais, bem como a redução do horário de trabalho e da idade legal de reforma.

No percurso entre o Saldanha e o Ministério do Trabalho, os manifestantes farão uma paragem em frente à Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT), onde será entregue um documento com a identificação dos casos em que não houve intervenção na sequência de pedidos dos sindicatos ou que, quando o fez, apenas ouviu o lado patronal.

Haverá também uma passagem pelo Ministério das Infraestruturas e Habitação, para realçar a necessidade de investimento nas empresas públicas do sector dos transportes e comunicações.

Tópico