Realidade volta a desmentir previsões do FMI

O Fundo Monetário Internacional voltou a rever significativamente as suas previsões económicas para Portugal, no seu relatório anual conhecido hoje.

https://www.abrilabril.pt/sites/default/files/styles/jumbo1200x630/public/assets/img/fmi_selo.jpg?itok=h2a7TTwR
Os técnicos do FMI continuam a monitorizar a evolução do País no quadro do programa assinado por PS, PSD e CDS
Os técnicos do FMI continuam a monitorizar a evolução do País no quadro do programa assinado por PS, PSD e CDSCréditos

A organização que integrou a troika prevê um crescimento económico de 1,7% este ano, na segunda revisão em alta dos números avançados no Outono do ano passado. Partindo de uma previsão de crescimento do PIB português em 2017 de 1,1%, o FMI já tinha alterado o valor para 1,4% em Fevereiro.

Este valor é mais elevado do que previa o Governo no Orçamento do Estado para este ano (1,5%) e apenas uma décima abaixo do valor inscrito no Programa de Estabilidade aprovado na última quinta-feira.

O FMI prepara-se para lançar um livro, com a co-autoria de Vítor Gaspar, ministro das Finanças do governo do PSD e CDS-PP e actual quadro da instituição, onde defende que as políticas orçamentais devem ser determinadas mais pela ortodoxia neo-liberal do FMI do que pelas opções dos governos democraticamente eleitos, de acordo com o Público.

0 Comentários

no artigo "Realidade volta a desmentir previsões do FMI