|Agricultura

Propostas do Governo são o que a lavoura precisa? CNA promove debate

A Confederação Nacional da Agricultura (CNA) vai realizar um debate online, esta quarta-feira, onde serão discutidas as propostas do Ministério da Agricultura para minimizar o impacto da Covid-19.

Créditos / Agronegócios

«As propostas do Governo para a agricultura serão as que a lavoura e o País precisam?» é o mote da iniciativa que, além dos dirigentes da confederação, Pedro Santos e José Miguel Gonçalves (membro também da Coordenadora Europeia Via Campesina), conta com a participação de Luís Lopes, professor na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD).

Em cima da mesa vai estar o pacote de medidas anunciadas pelo Ministério da Agricultura, na passado dia 16 de Maio, com os intervenientes a «analisar o seu alcance e impactos na lavoura, e apurar que outras medidas deveriam integrar estes apoios, no sentido de apoiar a agricultura familiar», refere a CNA num comunicado enviado ao AbrilAbril.

Entre outras medidas anunciadas pela ministra da Agricultura, Maria do Céu Albuquerque, os novos apoios para o sector contemplam um aumento de 15% do pacote de pagamentos directos, o reforço do Regime da Pequena Agricultura de 600 para 850 euros e do pagamento redistributivo (120 euros) nos primeiros cinco hectares.

A CNA considera que o Governo podia «ter ido mais longe», criticando igualmente o facto de as propostas ainda carecerem do visto da Comissão Europeia. Na reacção ao pacote apresentado pelo Executivo, a estrutura salientou que o reforço dos apoios deve chegar «o mais rapidamente aos agricultores», garantindo que os pagamentos vão ocorrer durante os meses de Julho e Agosto.

Por outro lado, alertou, «há montantes atribuídos a sectores que só uma avaliação mais exaustiva e em contínuo poderá confirmar se são suficientes ou não, como acontece, por exemplo, com a verba (10 milhões de euros) destinada ao [sector do] Vinho».

O debate desta quarta-feira, 27 de Maio, será transmitido em directo, a partir das 15h, na página do Facebook da CNA

Tópico