Mensagem de erro

User warning: The following module is missing from the file system: standard. For information about how to fix this, see the documentation page. in _drupal_trigger_error_with_delayed_logging() (line 1143 of /home/abrilabril/public_html/includes/bootstrap.inc).

|Legislativas 2022

Partido Socialista tem maioria absoluta

As eleições marcadas por uma falsa bipolarização resultaram numa queda dos partidos mais à esquerda e no crescimento das forças de extrema-direita.

O secretário-geral do PS a falar aos jornalistas no início da noite eleitoral.
O secretário-geral do PS a falar aos jornalistas no início da noite eleitoral.CréditosMiguel A. Lopes / Lusa

O PS obteve a maioria absoluta, numas eleições caracterizadas por uma bipolarização empolada pela comunicação social e por sondagens que davam um empate técnico entre PS e PSD que esteve muito longe de se verificar.

As eleições ficaram marcadas pela redução dos deputados da CDU e Bloco de Esquerda, vítimas do chamado «voto útil», tendo desaparecido a representação parlamentar do Partido Ecologista «Os Verdes».

O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, reconheceu hoje que «o resultado obtido pela CDU traduz uma quebra eleitoral com significativas perdas de deputados, inclusive a representação institucional do PEV», sustentou Jerónimo de Sousa, durante uma primeira reacção ao resultado das eleições legislativas.

Jerónimo de Sousa reafirmou que o PCP continuará a ser uma força política todos os dias ao lado dos trabalhadores e do povo e que cabe ao PS aceitar a convergência de esquerda para resolver os problemas dos portugueses.

Por sua vez a coordenadora do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, assumiu hoje «um dia difícil e um mau resultado com que saberemos viver e saberemos responder ao nosso mandato», em reacção aos resultados eleitorais das legislativas de hoje.

Catarina Martins sublinhou que uma das derrotas do Bloco foi a eleição de deputados racistas. «Um deputado racista é um deputado a mais.»

À direita, as eleições ficaram marcadas pelo desaparecimento do CDS, sem deputado eleito, e pelo crescimento dos partidos de extrema-direita racista do Chega e de direita neoliberal, a Iniciativa Liberal.

E no final da noite, Rui Rio respondeu a uma pergunta sobre a sua permanência à frente do PSD – em alemão.

Tópico

Contribui para uma boa ideia

Desde há vários anos, o AbrilAbril assume diariamente o seu compromisso com a verdade, a justiça social, a solidariedade e a paz.

O teu contributo vem reforçar o nosso projecto e consolidar a nossa presença.

Contribui aqui