|Presidente da República

O Presidente da República discursou em apresentação de um livro

Marcelo pede «alternância» em iniciativa do PSD

A segunda-feira do Presidente da República foi dedicada ao seu partido de sempre, o PSD. Depois de um almoço a sós com Rui Rio, foi a estrela de uma iniciativa do grupo parlamentar do PSD no Parlamento Europeu.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, acompanhado pelo presidente do PSD, Rui Rio, e pelos deputados no Parlamento Europeu, Paulo Rangel e Carlos Coelho, durante a apresentação de um livro, no salão nobre da reitoria da Universidade de Lisboa, em Lisboa. 26 de Fevereiro de 2018.
O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, acompanhado pelo presidente do PSD, Rui Rio, e pelos deputados no Parlamento Europeu, Paulo Rangel e Carlos Coelho, durante a apresentação de um livro, no salão nobre da reitoria da Universidade de Lisboa, em Lisboa. 26 de Fevereiro de 2018.CréditosMário Cruz / Agência LUSA

Marcelo Rebelo de Sousa teve um dia muito pouco comum para um chefe de Estado: ontem, para além do almoço com o presidente do PSD, participou e discursou numa iniciativa partidária.

O Presidente da República tem uma agenda muito diferente dos seus antecessores, o que já lhe permitiu, inclusivamente, inaugurar uma escola do Opus Dei, onde teceu rasgados elogios à «Obra». Ontem, esperou mesmo meia hora por Rui Rio à porta da reitoria da Universidade de Lisboa para que entrassem juntos na sessão de apresentação de Europa de A a Z: Dicionário de Termos Europeus, da autoria de Carlos Coelho e Paulo Rangel, ambos deputados do PSD no Parlamento Europeu.

No seu discurso, renovou apelos a «convergências» em torno de dois temas: os fundos europeus pós-2020 e o pacote de «descentralização» do Governo, precisamente as duas matérias em relação às quais Rui Rio já nomeou interlocutores para negociar com o Executivo do PS.

Já à saída da sessão do PSD, o Presidente da República afirmou que «o que é bom para a democracia é haver alternância». Desde 1976, o PS, o PSD foram-se alternando no Governo, umas vezes sozinhos, outras com a participação do CDS-PP.

Tópico