|Correios

CTT fechou 5% das lojas num ano

Os Correios encerraram 33 lojas no último ano e têm menos 169 trabalhadores, segundo o relatório e contas do primeiro semestre.

A loja dos CTT das Olaias, em Lisboa, foi encerrada sem aviso prévio. 19 de Janeiro de 2018
A loja dos CTT das Olaias, em Lisboa, foi encerrada sem aviso prévio. 19 de Janeiro de 2018CréditosManuel de Almeida / Agência LUSA

As contas dos CTT mostram a dimensão do processo de redução da presença da empresa na País que a administração está a levar a cabo: menos 33 lojas e 169 trabalhadores no final de Junho, quando comparados com a mesma data de 2017.

Sem surpresas face a esses dados, a satisfação dos clientes baixou significativamente (menos 6,3 pontos percentuais), após os Correios terem falhado alguns dos indicadores de qualidade fixados pelo regulador, a Autoridade Nacional das Comunicações (Anacom).

O plano de reestruturação, com encerramento de lojas próprias e despedimentos, não está a travar a redução dos lucros da empresa, que passaram de mais de 17 milhões de euros, na primeira metade de 2017, para 6 milhões em 2018.

Neste período, os CTT distribuíram 57 milhões de euros pelos seus accionistas – como a família Champalimaud, grandes bancos europeus ou o fundo abutre Blackrock –, um valor que ultrapassa o dobro dos lucros do ano passado.

Os salários dos trabalhadores desceram em termos reais, já que as actualizações entre 1,1% e 1,3% ficaram abaixo da inflação registada em 2017, de 1,4%.

Tópico