|Sesimbra

Sesimbra prepara Centro de Conhecimento e Cultura Marítima

O concurso público para a instalação do Centro já está lançado, dando «seguimento a uma estratégia de preservação e valorização do património no concelho».

Edifício da Rua Dr. Aníbal Esmeriz, em Sesimbra, monumento de interesse municipal no qual vai ser instalado o novo Centro de Conhecimento e Cultura Marítima 
Edifício da Rua Dr. Aníbal Esmeriz, em Sesimbra, monumento de interesse municipal no qual vai ser instalado o novo Centro de Conhecimento e Cultura Marítima Créditos / Câmara Municipal de Sesimbra

O Centro de Conhecimento e Cultura Marítima de Sesimbra, que vai ser instalado no edifício da Rua Dr. Aníbal Esmeriz, classificado de monumento de interesse municipal, será uma extensão do Museu Marítimo e permitirá preservar um dos «edifícios centenários mais relevantes do concelho, incluindo a emblemática Mercearia Ideal, com o mobiliário original», afirma, em comunicado, a Câmara Municipal de Sesimbra (CMS). 

A autarquia espera ter o equipamento pronto num prazo de 420 dias, representando um investimento de cerca de um milhão e 432 mil euros. A CMS esclarece, no entanto, que esta intervenção beneficiará «de um financiamento de 750 mil euros do Programa Cultura, do Mecanismo Financeiro plurianual, conhecido por EEAGrants», ao qual o município se candidatou.

A expectativa é de que o novo centro permita «dinamizar a economia local, promover a pesca sustentável e a profissão de pescador, salvaguardar ofícios tradicionais como a construção naval em madeira, e incentivar a produção de conhecimento sobre o mar, através de parcerias com investigadores noruegueses e associações locais».

O municío refere ainda que esta iniciativa se enquadra no projecto de requalificação de vários edíficios e equipamentos do concelho, que a CMS tem vindo a promover e de que são exemplo a «Fortaleza de Santiago, a Casa do Bispo, a Mãe D´Água no Cabo Espichel ou aa Capela de São Sebastião».

Tópico